Senado dos EUA aceita novo subsecretário para América Latina

O Senado dos EUA confirmou a nomeação de Roger Noriega - até agora embaixador na OEA - como subsecretário do Departamento de Estado para Assuntos do Hemisfério Ocidental, o que o transforma no principal funcionário de Washington para temas latino-americanos. Descendente de mexicanos, de 45 anos, Noriega é o primeiro ocupante do cargo formalmente aprovado pelo Senado em sete anos. Seus antecessores, tanto na administração de Bill Clinton quanto na atual, de George W. Bush, exerceram a tarefa de modo interino, sem conseguir aval do Congresso. Antes de Noriega, o americano de origem cubana Otto Reich ocupava o posto. Mas encontrou a resistência do Senado, por causa do radicalismo de sua posição, principalmente em relação a Cuba. Reich também atraiu críticas para a administração Bush por causa de sua hesitação em condenar a tentativa de golpe contra o presidente venezuelano, Hugo Chávez, em abril de 2002. Já Noriega, que durante algum tempo foi assessor do ex-senador conservador Jesse Helms na Comissão de Relações Exteriores do Senado, ganhou a confiança de seus colegas latino-americanos na OEA justamente por buscar soluções de consenso em relação à crise venezuelana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.