Senado dos EUA aprova treinamento de rebeldes na Síria

O Senado norte-americano aprovou o plano do Exército para treinar e equipar rebeldes sírios. A medida segue agora para ser sancionada pelo presidente Barack Obama.

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2014 | 20h13

A votação na noite desta quinta-feira terminou com 73 votos a favor e 22 contrários à legislação ampla que também autoriza que o governo mantenha os mesmos níveis de gastos até o dia 30 de dezembro. A medida foi uma das últimas analisadas pelo Congresso antes da interrupção dos trabalhos para as eleições legislativas de novembro.

A decisão do Senado evidenciou uma dissolução das fronteiras entre os partidos norte-americanos. Alguns republicanos tiveram um papel importante na aprovação da estratégia do presidente para combater o Estado Islâmico. E diversos democratas discordaram de Obama em meio a temores de que as forças militares dos EUA possam ser arrastadas para um novo conflito no Iraque. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUAEstado IslâmicoSenado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.