Senado dos EUA debate clima durante a madrugada

Os democratas planejam manter uma sessão no Senado dos EUA durante toda a madrugada para debater o aquecimento global. Cerca de 30 senadores participarão das discussões, mas alguns democratas que disputarão a corrida eleitoral neste ano não estarão presentes. O plano é que os discursos continuem até as 8h (de Brasília) de terça-feira.

AE, Agência Estado

10 de março de 2014 | 20h53

Os democratas se inspiraram em ações dos republicanos Ted Cruz e Rand Paul, que no ano passado realizaram longos discursos sobre os efeitos do programa de seguro de saúde de Barack Obama e dos ataques com drones.

O senador Brian Schatz, responsável pela organização da maratona que terá início na noite desta segunda-feira, afirmou que os dois republicanos "mostraram a força do Senado e nos lembrou que é no Senado que as questões do nosso tempo devem ser discutidas e debatidas".

Os democratas disseram que esta sessão foi desenhada para ressaltar aos eleitores as diferenças entre os dois partidos. Eles acusam alguns republicanos de negarem a existência do aquecimento global, enquanto estes sugeriram que os discursos ao longo da madrugada têm como objetivo levantar dinheiro. Jim Manley, um ex-assessor do líder da maioria do Senado, Harry Reid, declarou que o objetivo dos democratas é garantir que o assunto não saia do radar sem alguma ação legislativa. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EUASENADOCLIMA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.