Senado dos EUA repudia emenda contra casamento gay

O Senado dos Estados Unidos submeteu o governo do presidente George W. Bush a uma derrota em pleno ano eleitoral, derrubando uma proposta de emenda constitucional para proibir o casamento gay. Os senadores não se curvaram aos apelos do próprio presidente e outras lideranças conservadoras. A votação foi 48 a 50, doze votos a menos do que os 60 necessários para viabilizar uma mudança na Constituição.Seis republicanos uniram-se aos democratas para selar o destino da proposta. ?Eu diria que o futuro do país está em jogo, porque o futuro do casamento está em jogo?, disse o senador Rick Santorum, um líder na luta em defesa da emenda. ?Não é esta a segurança interna definitiva, erguer-se em defesa do casamento??Mas o líder democrata do Senado, Tom Daschle, embora contra o casamento gay, afirmou que não há ?necessidade urgente? de emendar a Constituição. Mesmo reconhecendo a derrota, os defensores da medida prometeram voltar à carga. ?Não acho que se acabe com esta votação?, disse o senador Jeff Sessions. ?A questão permanecerá viva?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.