Senado dos EUA vai votar sanções à Rússia amanhã

O Senado dos Estados Unidos está próximo de aprovar sanções contra a Rússia e também medidas colaborativas com a Ucrânia depois de o partido Democrata retirar as exigências de reformas do Fundo Monetário Internacional (FMI). Como os Republicanos são oposição àS interferências no FMI, a aprovação de medidas sobre a crise no Leste Europeu estava paralisada até hoje.

Agência Estado

26 de março de 2014 | 10h05

A votação no Senado foi marcada para quinta-feira, ainda sem horário definido. A Comissão de Relações Exteriores da Câmara aprovou sua versão das medidas, mas ainda não estão clara se as propostas poderão ser enviadas ao presidente Barack Obama até o fim da semana.

Os Democratas propuseram uma carta de empréstimo de US$ 1 bilhão, além de sanções ao círculo de autoridades de Putin. Na disposição inicial, o partido de Obama queria estender a capacidade de empréstimos do FMI para a utilização pelo governo ucraniano. A proposta não foi bem recebida pelos Republicanos, que introduziram uma emenda para remover as disposições. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
SENADOEUAVOTAÇÃOSANÇÕES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.