Gregorio Borgia/Arquivo/AP
Gregorio Borgia/Arquivo/AP

Senado italiano abre caminho para a cassação de mandato de Berlusconi

Comissão votou pela expulsão do ex-premiê; processo de impeachment será votado no plenário em 20 dias

O Estado de S. Paulo,

04 de outubro de 2013 | 11h52

(Atualizada às 15h05) ROMA - Uma comissão interpartidária do Senado italiano recomendou nesta sexta-feira, 4, a cassação do mandato de senador do ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi em razão de sua condenação a 4 anos de prisão por fraude fiscal. O processo de impeachment deve ser votado no plenário do Senado em 20 dias.

A proposta pela expulsão de Berlusconi, decidida pela maioria dos 23 senadores da comissão, dominada por adversários políticos do ex-premiê, precisa ser ratificada pela votação no plenário.

Berlusconi não compareceu à sessão sob a alegação de que a comissão carecia de imparcialidade. Segundo ele, a votação faz parte de um complô político implementado por seus inimigos para o derrubarem.

A decisão da comissão encerra uma semana turbulenta na qual o líder da centro-direita recuou de uma tentativa de derrubar o governo do primeiro-ministro Enrico Letta depois de perder apoio em suas próprias fileiras./ REUTERS e DOW JONES

Tudo o que sabemos sobre:
Silvio BerlusconiItália

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.