REUTERS/Andres Martinez Casares
REUTERS/Andres Martinez Casares

Senador haitiano abre fogo contra multidão que protestava contra o governo

Jean Marie Ralph Fethiere disse que apenas se defendeu dos manifestantes que tentavam invadir o prédio

Redação, O Estado de S.Paulo

23 de setembro de 2019 | 19h07

PORTO PRÍNCIPE - O senador haitiano Jean Marie Ralph Fethiere abriu fogo nesta segunda-feira, 23, contra manifestantes que protestavam contra a falta de gasolina no país diante do Parlamento, no centro de Porto Príncipe, capital do Haiti. Um fotógrafo da agência Associated Press ficou levemente ferido no tumulto. 

O senador disse que “apenas se defendeu” dos manifestantes que tentavam invadir o prédio. “A defesa é um direito sagrado”, disse o parlamentar. 

O primeiro-ministro Fritz William Michel deveria apresentar nesta manhã seu programa de governo, mas a sessão foi cancelada depois de centenas de pessoas erguerem barricadas nas ruas em um protesto contra a crise e o governo do presidente Jovenel Moise

“Não queremos que o primeiro-ministro seja ratificado”, disse Didier Benel, um dos manifestantes. “O problema não é o governo, é o presidente, que é um incompetente.”

A maioria dos manifestantes era composta de jovens, muitos deles mascarados.

Moise cancelou a viagem para a Assembleia-Geral da ONU em virtude dos protestos. / AFP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.