Jim Cole/AP
Jim Cole/AP

Senador republicano Rand Paul desiste de corrida presidencial

Oftalmologista de profissão e excelente orador, o pré-candidato defendeu na campanha uma redução drástica da presença do Estado na vida dos americanos

O Estado de S. Paulo

03 de fevereiro de 2016 | 15h07

DES MOINES - O senador Rand Paul, pré-candidato pelo Partido Republicano, anunciou nesta quarta-feira, 3, que não irá mais disputar a indicação para as presidenciais de novembro, depois de obter apenas 4,5% dos votos nas primárias de Iowa. "Foi uma honra incrível ter participado em uma campanha pela Casa Branca. Hoje, termino onde comecei, pronto e disposto para lutar pela causa da liberdade", declarou, em nota distribuída à imprensa.

Senador pelo Estado de Kentucky (leste), Paul representa o chamado setor "libertarista" dentro do Partido Republicano, ala que defende a filosofia do anarcoliberalismo, com um Estado mínimo ao extremo e a vigência suprema da liberdade individual. 

Oftalmologista de profissão e excelente orador, Paul defendeu na campanha uma redução drástica da presença do Estado na vida dos americanos e nos debates entre seus rivais chegou também a sugerir cortes nos gastos militares, um tema intocável entre os republicanos.

Trata-se do segundo pré-candidato republicano a abandonar a corrida depois das primárias de Iowa. O ex-governador do Arkansas e pregador evangélico Mike Huckabee jogou a toalha poucas horas depois da votação.

O também republicano Rick Santorum, por sua vez, disse que "daria um tempo" para pensar nos resultados de Iowa e decidir se continuaria na disputa. Sua agenda para esta quarta-feira no Estado de Carolina do Sul foi suspensa. 

Com isso, o campo republicano prossegue com a campanha com dez pré-candidatos. Entre os democratas, o ex-governador de Maryland Martin O'Malley também encerrou sua campanha depois de Iowa.

Para as primárias da próxima terça-feira em New Hampshire, partem com vantagem Sanders, com 55% de apoio contra 38% de Hillary, e Trump entre os republicanos, com 33% contra 12% de Cruz, segundo a média diária das principais pesquisas de intenções de voto elaboradas pelo site RealClearPolitics. / EFE e AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.