Bloomberg photo by Andrew Harrer
Bloomberg photo by Andrew Harrer

Senadora democrata Elizabeth Warren dá passo rumo a candidatura presidencial em 2020

Senadora por Massachusetts e conhecida como uma liberal incendiária dentro de seu partido, ela divulgou um vídeo no qual descreve o que entende como um caminho de oportunidade para todos os americanos

Redação, O Estado de S.Paulo

31 Dezembro 2018 | 15h19

WASHINGTON - A senadora americana Elizabeth Warren, democrata progressista que trocou insultos com o presidente Donald Trump, disse nesta segunda-feira, 31, que formou um comitê exploratório para avaliar uma possível candidatura à presidência em 2020.

Senadora por Massachusetts e conhecida como uma liberal incendiária dentro de seu partido, ela divulgou um vídeo no qual descreve o que entende como um caminho de oportunidade para todos os americanos, não apenas para os ricos.

“Toda pessoa na América deve ser capaz de trabalhar duro, utilizar o mesmo conjunto de regras e cuidar de si e das pessoas que ama”, disse ela em um post no Twitter. “É por isso que estou lutando, e é por isso que estou lançando um comitê exploratório para presidente. Preciso de você comigo.”

Warren disse em setembro que vai “olhar com carinho” a possibilidade de lançar candidatura dentro do Partido Democrata para conseguir a nomeação e desafiar o republicano Trump em 2020.

A ex-professora da Faculdade de Direito de Harvard fez campanha para a candidata democrata à presidência Hillary Clinton em 2016 e classificou Trump como um “magnata inseguro” impulsionado pela ganância e pelo ódio.

'Pocahontas'

Warren e Trump entraram em confronto com frequência durante a campanha presidencial de 2016 e Trump chegou a criticar sua reivindicação de ascendência indígena, referindo-se a ela como “Pocahontas”.

Em outubro, Warren divulgou uma análise de DNA que, segundo ela, reforça a afirmação de que ela pertence a uma linhagem de nativos americanos que remonta de seis a dez gerações. / REUTERS

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.