Sendero Luminoso reaparece em povoado peruano

Pelo menos 30 guerrilheiros do Sendero Luminoso irromperam em uma comunidade dos Andes peruanos, convocaram os moradores para se unirem ao que chamaram de "luta armada" e se retiraram dando vivas ao líder da guerrilha, Abimael Guzmán, que esta preso. A polícia informou que, segundo o dirigente da comunidade Torres Arroyo, pelo menos 30 homens com armas automáticas e escopetas irromperam no povoado de Sanabamba, 25 km ao norte da cidade andina de Ayacucho. Ainda segundo o relato policial, os rebeldes reuniram os moradores de Sanabamba na praça central e os convocaram para que se unissem às fileiras senderistas no vale do rio Apurímac, mas a sudeste, onde operam traficantes de cocaína. O vale do Apurímac é um dos principais núcleos produtores de folhas de coca, a matéria-prima da cocaína.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.