Senegal pode retirar soldados de Darfur

O presidente do Senegal, Abdoulaye Wade, ameaçou ontem retirar seus soldados da União Africana (UA) de Darfur (Sudão), se for comprovado que militares foram mortos por não terem equipamentos para se defender. No sábado, rebeldes atacaram uma base da UA (foto) e mataram 10 soldados. A ONU qualificou o ataque de "atroz".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.