Separatistas chineses são incluídos na lista do terror dos EUA

Uma organização separatista chinesa uigur, a principal minoria étnica da região ocidental de Xinjiang, foi incluída na lista dos EUA de organizações terroristas, anunciou hoje em Pequim o vice-secretário de Estado norte-americano, Richard Armitage. "Os chineses revelaram com satisfação a determinação americana de incluir o Movimento Islâmico do Turquistão Oriental (ETIM) na lista de organizações terroristas estrangeiras", disse Armitage na capital chinesa. Na passagem por Pequim, Armitage disse também que os EUA consultarão o governo chinês antes de realizar eventual ataque contra o Iraque e afirmou que, no momento, não foi tomada decisão "irrevogável" sobre o assunto.

Agencia Estado,

26 Agosto 2002 | 18h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.