Separatistas derrubam dois aviões militares ucranianos, acusa Kiev

Ministério da Defesa diz que os caças sobrevoavam Donetsk e foram abatidos a poucos quilômetros de onde caiu o voo MH17

O Estado de S. Paulo

23 de julho de 2014 | 08h57

(Atualizada às 16h20) KIEV - Separatistas pró-Rússia derrubaram dois aviões militares ucranianos em Donetsk, no leste da Ucrânia, nesta quarta-feira, 23, afirmou o Ministério da Defesa. Os caças Sujoi-25 foram derrubados por volta de 13h30 (horário local) na regiçao de Savur Mogila.

Os rebeldes divulgaram o ataque, que ocorreu perto da cidade de Snezhnoe, a menos de 20 quilômetros de onde caiu o voo MH17 da Malaysia Airlines com 298 pessoas a bordo no dia 17. Os EUA e Kiev afirmam que o avião malaio também foi derrubado pelos insurgentes.

O porta-voz do ministério e da chamada Operação Antiterrorista lançada por Kiev contra os separatistas, Oleksiy Dmitrashkovsky, disse que os caças levavam dois tripulantes cada.

Segundo um assessor dos militares ucranianos, os dois pilotos "aterrizaram em segurança em um território controlado por grupos armados ilegais (nome dado por Kiev aos separatistas)". Uma fonte da autoproclamada República Popular de Donetsk confirmou que um dos pilotos se ejetou do caça.

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, ordenou um cessar-fogo unilateral em um raio de 40 quilômetros ao redor do lugar da queda do voo MH17. /AP e EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.