Separatistas são detidos ao celebrar festa xiita na Índia

Pelo menos 40 seguidores da Conferência Hurriyat, a maior união de partidos separatistas caxemirianos, foram detidos nesta terça-feira em Abi Guzar, na Caxemira indiana, ao tentar celebrar com uma procissão a festividade islâmica da Ashura, a mais importante do calendário xiita.Contra a proibição das autoridades do estado de Jammu e Caxemira, um grupo de muçulmanos tentou fazer a procissão do dia da Ashura, informou uma fonte oficial citada pela agência indiana "PTI".Além disso, outros três grupos de xiitas, um deles liderado por uma facção fundamentalista de Hurriyat, tentaram realizar procissões, mas foram postos sob custódia policial.O governo da região de Jammu e Caxemira decidiu proibir as procissões da Ashura no coração de Abi Guzar, perto de Srinagar, por temor de que organizações separatistas aproveitassem a festividade religiosa para fins políticos.A festividade da Ashura realizada no décimo dia do mês de Muharram é a principal do xiismo e lembra a morte de Imame Hussein, neto do profeta Maomé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.