Seqüestradas 42 pessoas em aldeias xiitas no Iraque

Quarenta e dois habitantes de duas aldeiasxiitas ao norte de Bagdá foram seqüestrados nesta terça-feira por desconhecidos,disseram à agencia Efe fontes policiais da província de Salahad-Din. As duas aldeias fazem parte da região de Al-Taramiya, um núcleoxiita cercado por uma população de maioria sunita, disse oEscritório Conjunto de Segurança iraquiano-americano da província. As fontes disseram que um grupo de homens armados estabeleceu umposto de controle falso nessa região, e detiveram assim 16microônibus nos quais viajava um grupo de pessoas das citadaslocalidades, entre elas algumas personalidades locais. Os homens armados fizeram os passageiros descer e os levaram alocal desconhecido, disseram as fontes. Os seqüestrados iam a Bagdá, para participar de uma reunião com oprimeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, acrescentaram asfontes, mas sem explicar o motio do encontro. Há duas semanas, Dujail, Balad e Al-Deluiya registraram váriosseqüestros e assassinatos, que deixaram quase 90 mortos, na maioriaárabes sunitas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.