Seqüestrado bispo colombiano

O bispo colombiano Jorge Enrique Jiménez, atual presidente do Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM), foi seqüestrado nesta segunda-feira em uma região onde operam guerrilheirosdas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).Segundo o sacerdote Raúl Alfonso Carrillo, da catedral de Zipaquirá, onde Jiménez é bispo, o religioso foi seqüestrado nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira, junto com outro clérigo com quem viajou a Pacho, um município a 55 quilômetros ao norte de Bogotá onde operam guerrilheiros das Farc.Segundo Carrillo, a notícia do seqüestro foi dada pelo motorista do bispo, que foi deixado em liberdade pelos seqüestradores exatamente para que desse a informação. O nome do condutor não foi revelado. "Não temos informações se foi aguerrilha ou grupos criminosos comuns", acrescentou o clérigo.O diretor da polícia, general Teodoro Campo, disse à rede de televisão RCN que não tinha confirmação sobre o seqüestro dobispo e que, por este motivo, não podia falar sobre o assunto. O Exército, no entanto, ofereceu uma recompensa de cerca de US$ 37,000.00 para quem fornecer informações que levem ao paradeiro do bispo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.