AFP PHOTO / THOMAS SAMSON
AFP PHOTO / THOMAS SAMSON

Sequestrador de agência de correio perto de Paris se entrega

Homem com antecedentes criminais que dizia estar fortemente armado se rendeu à polícia, que rejeitou relação com ato terrorista

ANDREI NETTO, DE PARIS / CORRESPONDENTE, O Estado de S. Paulo

16 de janeiro de 2015 | 11h15


PARIS - Acabou sem feridos a tomada de reféns em uma agência dos correios em Colombes, na periferia de Paris. O homem armado se rendeu e a polícia confirma que não há relação com terrorismo.

O suspeito invadiu o posto dos correios por volta das 12h30 (9h30 de Brasília) armado e manteve os reféns presos por cerca de uma hora. Ele ligou para a polícia voluntariamente e disse estar em posse de uma AK-47 e granadas. O suspeito, no entanto, já havia sido fichado pela polícia, que diz se tratar de um criminoso comum. A identidade dele ainda não foi revelada.

UM esquadrão de elite da polícia foi até Colombes e montou um perímetro de segurança ao redor do posto dos correios. Um helicóptero de resgate também foi enviado ao local, juntamente com representantes do Ministério Público. / COM EFE

Tudo o que sabemos sobre:
Françasequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.