Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Seqüestrador liberta crianças e professores nas Filipinas

O dono de uma creche libertou nesta quarta-feira, 28, as 31 crianças que mantinha como reféns por dez horas. O homem, identificado como Jun Ducat, tomou o ônibus escolar quando as crianças e professores seguiam para um passeio pela capital filipina, Manila.O ônibus ficou cercado por policiais e pais das crianças. A comunicação entre a polícia e o seqüestrador foi feita através cartas, alto-falantes e cartazes. O seqüestrador disse, por carta, que estava armado.Um menino que estava com febre foi liberado algumas horas depois do seqüestro. Imagens da televisão filipina mostraram, antes da libertação, as crianças acenando de dentro do ônibus e policiais entregando sorvetes para serem distribuídos a elas.Autoridades disseram que Ducat esteve envolvido em outro incidente com reféns, há 20 anos. Este é o segundo seqüestro deste tipo em Manila, em duas semanas. No dia 14 deste mês, um fuzileiro tomou quatro reféns em um tribunal em um caso de despejo.NegociaçõesA polícia havia afirmado, um pouco antes da libertação, que tinha entrado em um acordo com o dono da escola.Policias disseram que Ducat concordou em libertar as crianças, mas, em troca, ele teria permissão para realizar uma vigília à luz de velas.Ducat disse a uma emissora de rádio, por meio de seu telefone celular, que quer educação e moradia para as 145 crianças da creche. "Eu amo estas crianças, é por isto que estou aqui", afirmou. "Eu não vou começar a atirar."Texto ampliado às 09:24

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.