Tomas Bravo/Reuters
Tomas Bravo/Reuters

Sequestradores colombianos exigem US$ 5 milhões pelo resgate de parente de Gabriel García Márquez

Sobrinha-neta do escritor colombiano está em cativeiro desde o final de agosto, sem informações sobre sua localização

O Estado de S.Paulo

01 Novembro 2018 | 11h46

BOGOTÁ - Sequestradores exigiram US$ 5 milhões pelo resgate de Melissa Martínez García, sobrinha-neta do escritor colombiano Gabriel García Márquez, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 1982 e morto em 2014 aos 87 anos de idade. As informações foram dadas na quarta-feira, 31, por um funcionário da Polícia Nacional da Colômbia.

Neta do irmão do escritor, Melissa, de 34 anos, foi raptada no final de agosto por um grupo de homens armados que interceptaram o veículo dela, perto da cidade colombiana de Santa Marta, ao longo da Costa do Caribe.

“Nós acreditamos que isso é um crime comum”, disse aos repórteres o general Fernando Murillo, chefe da unidade de antissequestro da Polícia Nacional. “Em dois telefonemas, eles pediram por US$ 5 milhões.” Um prêmio de US$ 33 mil foi oferecido a quem der informações que levem à localização de Melissa, disse o general.

Sequestros com pedido de resgate foram frequentes fontes de fundos durante o conflito armado na Colômbia, que durou mais de 50 anos e matou mais de 260 mil pessoas. A guerrilha Forças Armadas Code esquerda, facções criminosas e paramilitares de direita raptaram de milhares de cidadãos ao longo das décadas. Em 2017, 193 sequestros foram reportados, de acordo com o Ministério da Defesa da Colômbia. /REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.