Seqüestradores de refém filipino dizem que ele não foi libertado

O grupo militante iraquiano queseqüestrou um motorista de caminhão filipino disse a uma rede detelevisão árabe via satélite que o prisioneiro continua retido,apesar de as autoridades filipinas terem dito que ele havia sidolibertado. Rashed al-Naeimi, que trabalha para a rede de TVAl-Jazira, sediada no Catar, disse à agênciaAssociated Press que a emissora recebeu um comunicado porescrito assinado pelo "Exército Islâmico do Iraque - BrigadaKhalid bin al-Waleed" dizendo que o grupo não havia libertadoAngelo dela Cruz.

Agencia Estado,

10 de julho de 2004 | 15h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.