Seqüestradores pedem resgate de US$ 6 mi por executivo em Moscou

A Lukoil, maior companhia petrolífera da Rússia, recebeu um pedido de resgate de US$ 6 milhões de uma pessoa que diz representar os seqüestradores de Sergei Kukura, diretor de finanças da empresa, segundo divulgou hoje o jornal Kommersant.O executivo de 48 anos foi capturado por homens mascarados na última quinta-feira, quando seu carro foi parado numa rodovia nos arredores de Moscou. Armados, os suspeitos teriam amarrado o motorista e o guarda-costas de Kukura e aplicado neles injeções que causaram perda temporária de consciência.De acordo com o Kommersant, um homem não identificado telefonou ontem para uma linha especial da Lukoil para garantir que Kukura ainda vive, mas só será libertado após o pagamento do resgate, que deveria ser feito metade em dólares e metade em rublos.No entanto, o jornal alerta que o telefonema poderia se tratar de um trote, pois o homem que fez a ligação não forneceu nenhuma evidência de que estava em poder de Kukura.Na última sexta-feira, o presidente da Lukoil, Vagit Alekperov ofereceu recompensa de 30 milhões de rublos (aproximadamente US$ 948.000) por informações que levem à libertação de Kukura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.