Seqüestro: avião russo foi abastecido

O avião comercial russo, um Tupolev-154, que foi seqüestrado por rebeldes chechenos com 174 pessoas a bordo, foi abastecido com combustível e está preparado para decolar do aeroporto de Medina, na Arábia Saudita, a qualquer momento. Forças de segurança sauditas cercam o avião e se preparam para invadir a aeronave, caso os seqüestrados se neguem a continuar as negociações para libertar os reféns que ainda permanecem em poder dos rebeldes. Há informações de que o líder dos seqüestradores seja um ex-ministro do interior da Chechênia, que exige o fim da guerra na Chechênia.Os seqüestradores estão armados com facas e afirmam que têm uma bomba a bordo. Cerca de seis ambulâncias e carros blindados do exército saudita cercam a aeronave, que está estacionada em uma área isolada no aeroporto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.