Seqüestro de avião na Índia foi alarme falso, informa ministro

O ministro de aviação civil da Índia, Shahnawaz Hussain, disse à tevê Star que o Boeing 737 com 54 passageiros não foi seqüestrado como havia sido noticiado, e tudo não passou de um alarme falso. O canal de tevê informou que um passageiro pode ter causado um distúrbio. A notícia foi confirmada pela agência de notícias Press Trust of India. Todos os passageiros já deixaram o aparelho.

Agencia Estado,

03 Outubro 2001 | 20h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.