Seqüestro de israelenses é opção, diz Hezbollah

A guerrilha libanesa do Hezbollah vai capturar mais israelenses, para trocá-los por libaneses presos em Israel se for necessário, alertou o líder do movimento. Discursando num comício gigantesco organizado para receber os prisioneiros libertados hoje por Israel, o xeque Hassan Nasrallah disse que seus guerrilheiros poderão seqüestrar mais israelenses para negociar a liberdade de libaneses ainda aprisionados em Israel. Apontando para um enorme cartaz de uma emboscada na qual três soldados israelenses foram capturados, em outubro de 2000, e disse: ?Esta é uma opção?. Os restos mortais dos soldados fizeram parte da troca de prisioneiros promovida entre os Hezbollah e Israel nesta quinta-feira.Pouco antes do discurso de Nasrallah, o premier israelense Ariel Sharon alertou o grupo contra novos seqüestros. Falando num funeral realizado para os três soldados, disse Sharon: ?Israel não permitirá que nenhum grupo inimigo ou terrorista faça uso sistemático do seqüestro e da extorsão. Há meios que ainda não usamos. Se, que os céus não permitam, as circunstâncias mudarem, não hesitaremos em usá-los?.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.