Série de 22 explosões mata duas pessoas na Tailândia

Pelo menos 22 bombas explodiram simultaneamente nesta quinta-feira na província de Yala, no sul da Tailândia, causando pelo menos duas mortes e deixando cerca de 20 feridos, segundo a polícia local. Os atentados com bombas, executados por supostos insurgentes islâmicos, aconteceram às 11h30 (1h30 de Brasília) em 10 bancos comerciais na capital de Yala e em outros 12 nos arredores daProvíncia. A polícia informou que algumas bombas explodiram no interior dos bancos e outras ocorreram nas suas imediações. O banco estatal Krung Thai Bank Plc ordenou o fechamento de suas oito agências em Yala após as explosões. Mais de 1.350 pessoas morreram vítimas da violência nas províncias muçulmanas de Yala, Pattani e Narathiwat desde que o movimento separatista islâmico retomou a luta armada em janeiro de 2004, após uma década de pouca atividade guerrilheira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.