Série de ataques mata pelo menos nove no Iraque

Dois carros-bomba explodiram em uma disputada cidade do norte do Iraque nesta quarta-feira, um dia em que uma série de ataques pelo país deixou pelo menos nove mortos, informaram autoridades. A violência diminuiu no Iraque desde o auge dos combates da última década, mas atentados ainda ocorrem quase diariamente e as tensões permanecem altas, principalmente em Kirkur, dividida etnicamente.

Agência Estado

15 de maio de 2013 | 13h33

Um carro carregado com explosivos e estacionado no centro de Kirkur explodiu por volta das 15 horas (horário local), matando três civis e ferindo oito. Um hora depois, outro carro-bomba estacionado na mesma região explodiu e matou duas crianças e os pais delas que estavam em um carro próximo, afirmou o vice-chefe de polícia da cidade, major-general Torhan Abdul-Rahman Youssef.

Na cidade de Tarmiyah, cerca de 50 quilômetros ao norte de Bagdá, um homem-bomba lançou sua motocicleta contra um posto da polícia, matando dois agentes e ferindo oito. Insurgentes com frequência têm como alvo policiais, autoridades e civis em uma tentativa de minar o governo do Iraque ou exacerbar a tensão política. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueataquesmortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.