Reuters
Reuters

Série de atentados mata 30 pessoas e deixa mais de 100 feridos no Iraque

Ataques ocorreram em virtude do 9º aniversário do início da invasão norte-americana ao Iraque, que derrubou o ditador Saddam Hussein

EFE, AP e Dow Jones,

20 de março de 2012 | 05h47

Bagdá, 20 - Uma série de oito atentados em quatro cidades no Iraque nesta terça-feira matou pelo menos 30 pessoas e deixou mais de 100 feridos, segundo fontes médicas. Os ataques ocorreram entre 7 horas da manhã, no horário local (1h em Brasília) e 8h30 (2h30 em Brasília).

O maior ataque foi cometido na cidade santuário xiita de Karbala, quando um carro bomba explodiu perto de um quartel da polícia. Na explosão morreram pelo menos 13 pessoas e 48 ficaram feridas, segundo o porta-voz da área médica na província, Jamal Mehdi.

O outro ataque de maiores proporções foi registrado ao norte da cidade de Kirkuk, onde seis pessoas foram mortas e 30 ficaram feridas, de acordo com Mohammed Abdullah, médico do hospital de Kirkuk. Além disso, um carro bomba explodiu em frente ao Ministério das Relações Exteriores.

Os ataques ocorreram em virtude do 9º aniversário do início da invasão norte-americana ao Iraque, que derrubou o ditador Saddam Hussein, e a poucos dias de Bagdá abrigar uma cúpula da Liga Árabe. 

Será a primeira reunião de 22 nações realizada na capital iraquiana desde que Saddam invadiu o Kuwait em 1990. Autoridades iraquianas atribuíram a autoria dos ataques à rede terrorista Al-Qaeda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.