Série de explosões mata seis no oeste do Iraque

Uma série de explosões matou seis pessoas hoje na província de Anbar, no oeste do Iraque, segundo um policial. É a mais recente sequência de ataques na província, antes considerada um bastião da insurgência liderada pela Al-Qaeda no país.

AE-AP, Agencia Estado

07 de janeiro de 2010 | 11h27

O coronel Fadhil Nimrawi afirmou que uma bomba atingiu a casa do coronel Mohammed Slaiman, diretor da unidade de contraterrorismo da cidade de Hit, a 140 quilômetros a oeste de Bagdá. Uma segunda explosão atingiu a casa do pai dele, vizinha à do filho. Slaiman ficou ferido. A mãe dele, duas irmãs e outro membro da família e uma criança morreram.

Nimrawi disse que um advogado foi morto por outra bomba lançada na casa dele, além de um quarto artefato que explodiu em uma residência de um policial, ferindo-o enquanto ele dormia. Sete pessoas ficaram feridas nos ataques, segundo Nimrawi.

Dominada pelos sunitas, Anbar foi um bastião da insurgência apoiada pela Al-Qaeda contra o governo iraquiano, liderado pelos xiitas. Líderes tribais, porém, passaram a lutar contra a rede extremista há três anos. A nova aliança deles com o governo e com as forças dos Estados Unidos é vista como uma importante causa da queda na violência pelo Iraque.

Insurgentes responderam com ataques ao governo de Anbar. As explosões, hoje, ocorrem após um atentado na semana passada em Ramadi, capital da província, que feriu o governador de Anbar e matou 24 pessoas. O Estado Islâmico do Iraque, grupo que reúne vários outros ligados à Al-Qaeda, assumiu o ataque.

Em um incidente separado, também hoje, na província de Diyala, no nordeste iraquiano, uma bomba explodiu perto de um posto policial, matando um policial e ferindo dez pessoas perto da fronteira iraniana, segundo um agente e funcionários de um hospital. As fontes pediram anonimato.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueexplosõesmortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.