Série sobre Afeganistão ganha Líbero Badaró de Jornalismo

O Estado foi o ganhador do Grande Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo, com a série de reportagens Coletânea da Guerra no Afeganistão, da repórter especial Adriana Carranca, publicada entre abril de 2012 e de 2013 na seção Internacional. A distinção é uma homenagem especial ao autor do melhor trabalho de reportagem, escolhido pelo júri do evento, entre todas as 11 categorias.

O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2013 | 02h03

No total, foram inscritos mais de 1.500 trabalhos, veiculados em jornais, revistas, sites na internet, emissoras de rádio e TV durante o período selecionado pela organização do prêmio.

Adriana cobriu a guerra no Afeganistão e eventos importantes em países como Haiti, Paquistão, Irã, Israel e nos territórios palestinos, entre outros.

É autora de O Irã sob o Chador (Globo, 2010) e O Afeganistão depois do Talibã (Civilização Brasileira, 2011).

A cerimônia da 10.ª edição do Prêmio Líbero Badaró de Jornalismo, organizado pelo Portal e Revista Imprensa, foi realizada na noite de quarta-feira, no Itaú Cultural, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.