Série sobre Cristo é retirada do ar no Líbano após protestos

Produção iraniana traz versão na qual Jesus não foi crucificado ou ressuscita.

BBC Brasil, BBC

13 de agosto de 2010 | 20h12

Uma série de TV iraniana sobre a vida de Cristo foi retirada do ar no Líbano após protestos por mostrar uma versão da história diferente da aceita pela Igreja.

A comunidade cristã libanesa acusa a série de basear a trama nos escritos apócrifos (não reconhecidos pela Igreja) de Barnabé e mostra um Jesus que não é crucificado nem ressucita.

Esta versão da vida de Jesus Cristo é próxima da retratada no alcorão, onde ele é um reverenciado profeta.

O livro sagrado dos muçulmanos afirma que Deus salvou Jesus da crucificação e o alçou aos céus.

Polêmicas

A série estava sendo transmitida por dois canais libaneses, o Al Manar, ligado ao Hezbollah e o NBN.

Geralmente as emissoras de TV do mundo islâmico usam o mês santo do Ramadã para lançar suas maiores produções, e muitas destas acabam gerando polêmicas.

O Líbano possui a maior comunidade cristã no Oriente Médio.

O cristianismo já foi a religião dominante no país mas a comunidade cristã libanesa vem perdendo espaço para grupos muçulmanos sunitas e xiitas.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.