Sérvia acusa polícia de Kosovo de contrabando de armas

Funcionários sérvios acusaram hoje policiais do Kosovo de contrabandearem armas para o sul da Sérvia, onde quatro pessoas foram feridas em dois incidentes separados. O oficial da polícia sérvia, Milorad Veljovic, disse que a Sérvia tem um vídeo mostrando uma operação de contrabando.

AE-AP, Agencia Estado

15 de julho de 2009 | 17h49

Um funcionário graduado no Ministério do Interior do Kosovo Fisnik Rexhepi, negou as acusações. "Isso é uma acusação politicamente fabricada", disse Rexhepi. "É o tipo de retórica que era usada na época do regime de Slobodan Milosevic". Veljovic disse mais cedo que a Sérvia entregará uma cópia do vídeo à missão judiciária e policial da União Europeia que está no Kosovo e pedirá ações contra os supostos contrabandistas.

Em 2000 e 2001, o sul da Sérvia foi sacudido por uma revolta de albaneses étnicos que queriam se juntar ao Kosovo, uma província sérvia ao oeste, que no ano passado declarou sua independência. As tensões cresceram no sul da Sérvia após dois policiais terem sido feridos na explosão de uma granada. Em outro incidente, uma mulher e uma criança ficaram feridas em uma explosão.

Tudo o que sabemos sobre:
SérviaKosovocontrabandoarmas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.