Sérvia começa a investigar crimes de guerra

Autoridades sérvias ordenaram a abertura de investigações de crimes de guerra contra um ex-policial e uma pessoa não identificada suspeitos do assassinato de 19 albaneses étnicos durante a guerra de Kosovo, informou nesta sexta-feira o ministro da Justiça Vladan Batic. Uma investigação foi aberta contra Sasa Cvijetan, da cidade sérvia de Prokupljem, e uma outra pessoa, cuja identidade não foi revelada. Promotores públicos locais pediram na semana passada que os dois sejam investigados em conexão com 19 assassinatos de albano-kosovares, anunciou Batic. Os procedimentos, que poderiam resultar em acusações formais, representam a continuação das investigações sérvias sobre supostas atrocidades cometidas na província sulista de Kosovo entre 1998 e 1999.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.