Sete agentes morrem em atentado no Afeganistão

No sul do país, insurgentes incendiaram treze caminhões que apoiavam forças da Otan

EFE

03 de setembro de 2007 | 05h47

Seis agentes dos serviços de inteligência afegãos e um policial morreram na explosão de uma bomba colocada à passagem de seu veículo na província oriental afegã de Kunar, informou nesta segunda-feira uma fonte policial. Os agentes estavam patrulhando no domingo à noite a região de Qhakhi, perto da fronteira com o Paquistão, quando a bomba explodiu, destruindo dois veículos e causando ferimentos em outras cinco pessoas, segundo o subchefe da Polícia de Kunar, Abdul Saboor Allahyar. No sul do Afeganistão, a insurgência taleban perpetrou no domingo outro ataque e incendiou treze caminhões que davam apoio logístico às forças da Otan em Shari Safa, localidade situada na conflituosa província meridional de Zabul. Um taleban morreu e outros três ficaram feridos durante o ataque dos insurgentes, embora não tenha ocorrido nenhuma baixa no Exército afegão, segundo um chefe policial da região, Jailani Khan. Mais de 3.700 pessoas morreram por causa da violência no país centro-asiático neste ano. 

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoatentadoCabul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.