Ivan Sekretarev/AP
Ivan Sekretarev/AP

Sete atletas de Camarões desaparecem em Londres

Fato pode indicar que esportistas queiram buscar asilo no país; lei permite estada legal até novembro

Agência Estado

07 de agosto de 2012 | 16h34

LONDRES - Sete atletas olímpicos de Camarões, dentre eles cinco boxeadores, estão desaparecidos no Reino Unido, informaram autoridades esportivas camaronesas nesta terça-feira, 7.

 

Veja também:

especialESPECIAL: Olimpíadas 2012

 

David Ojong, chefe da missão do Comitê Olímpico do Camarões, notificou o Ministério dos Esportes e de Educação Física sobre o desaparecimento dos atletas, informou um porta-voz do Ministério.

 

O fato pode indicar que os atletas planejam pedir asilo ao governo britânico, embora não haja nenhuma notificação com relação a isso. Atletas com vistos olímpicos podem permanecer no país até novembro. Por isso, os camaroneses não infringiram a lei ao desaparecer.

 

Os cinco boxeadores - Thomas Essomba, Christian Donfack Adjoufack, Yhyacinthe Mewoli Abdon, Blaise Yepmou Mendouo e Serge Ambomo - concluíram suas participações nos Jogos Olímpicos.

 

O nadador Paul Edingue Ekane participou de quatro competições de nado livre e nado borboleta, mas não ficou entre os primeiros colocados. Drusille Ngako Tchimi, goleira reserva do time feminino de futebol, não participou dos dois primeiros jogos da seleção e não foi convocada para a última partida, disputada em 31 de julho.

Tudo o que sabemos sobre:
OlimpíadaLondresCamarõesatletas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.