Sete chineses morrem em incêndio em fábrica têxtil

Onze funcionários dormiam no último andar quando o fogo começou; mortes aconteceram no hospital

Efe,

25 de janeiro de 2008 | 02h59

Seis mulheres e um homem morreram em Shantou, no sul da China, em um incêndio registrado na fábrica têxtil onde trabalhavam. Eles dormiam no último andar quando foram surpreendidos pelo fogo, informou nesta sexta-feira, 25, a agência oficial Xinhua. O incêndio aconteceu por causas ainda desconhecidas em uma fábrica têxtil de cinco andares nessa cidade da província de Cantão, principal centro de manufaturas chinesas para a exportação. Os bombeiros, que apagaram o fogo pouco tempo depois, conseguiram resgatar as 11 pessoas que se encontravam dormindo no último andar, mas sete delas morreram no hospital. Em outubro do ano passado, um incêndio em uma pequena fábrica de calçados da cidade de Putian, na província de Fujian, no sudeste da China, deixou 37 mortos e 19 feridos.

Tudo o que sabemos sobre:
Chinafábrica têxtilincêndio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.