Sete cristãos são assassinados no Paquistão

Sete cristãos foram mortos nesta quarta-feira por dois homens armados na cidade paquistanesa de Karachi, um dia após um ataque similar de islâmicos contra um templo hindu, no Estado indiano de Gujarat, deixar 32 mortos.Dois homens armados invadiram hoje o escritório de uma organização de caridade cristã na cidade portuária de Karachi e amarraram os funcionários, todos paquistaneses, antes de executá-los com um tiro na cabeça a queima-roupa, informou a polícia, acrescentando que os agressores conseguiram fugir.Seis pessoas morreram instantaneamente e os médicos disseram que a sétima vítima morreu no principal hospital de Karachi. Um homem será submetido a uma cirurgia, correndo o risco de ficar paralítico, e um outro, que foi brutalmente agredido, está sob observação.Este é o sexto ataque contra alvos cristãos ou ocidentais no Paquistão neste ano. Pelo menos 40 pessoas foram mortas na série de ataques iniciada depois que o Paquistão começou apoiar, no ano passado, a luta contra o terrorismo liderada pelos EUA. Os ataques, segundo Islamabad, estariam sendo cometidos por militantes islâmicos, revoltados pela decisão do governo de retirar o apoio ao regime do Taleban no Afeganistão. Líderes da comunidade cristã no Paquistão criticaram o governo por não conseguir protegê-la.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.