Sete feridos durante manifestação em Taiwan

Pelo menos sete pessoas ficaram feridas em protestos pela recontagem dos votos na eleição presidencial do último dia 20 em Taiwan. Oposicionistas atiraram pedras e garrafas contra cerca de 1000 policiais que tentavam pôr fim à manifestação. O presidente taiwanês, Chen Shui-bian, venceu a eleição por uma margem de apenas 0,2%. A manifestação reuniu cerca de 15 mil pessoas. O atual governo já concordou com a recontagem. No entanto, governo e oposição ainda não decidiram como ela deverá ser feita. Na última sexta-feira, a Suprema Corte de Taiwan deus às duas partes cinco dias para "decidir o procedimento e o método para uma recontagem" antes de se reunir novamente.Chen e sua vice Annette Lu ficaram levemente feridos durante um misterioso tiroteio às vésperas da eleição. Acredita-se que o incidente tenha influenciado o voto da população taiwanesa em favor do presidente.Em um discurso durante o protesto, o rival de Chen nas eleições, Lien Chan, do Partido Nacionalista, exigiu a instauração de uma comissão especial de investigação para descobrir a verdade por trás do atentado. Lien havia insinuado que os tiros podem ter sido armados pelo próprio Chen para ganhar a simpatia dos eleitores.Para o aual governo, que já deu início às investigações sobre o ocorrido, não há base legal para constituir uma comissão especial nesses moldes. "Não de trata de aceitarmos ou não o pedido, mas de ele estar ou não dentro da constituição", disse Lee Chin-yung, do governista Partido Progressista Democrático.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.