Sete países visitam instalações nucleares do Irã

Oferta de Teerã foi recusada por grandes potências

AE, Agência Estado

15 de janeiro de 2011 | 11h17

TEERà- Sete enviados internacionais inspecionaram uma instalação nuclear do Irã neste sábado, dia 14. O Irã tenta mostrar a visita como um gesto de transparência do governo de Teerã antes da nova rodada de discussões internacionais, nos dias 20 a 22 em Istambul (Turquia), sobre seu programa atômico.

Num revés para a iniciativa, no entanto, países-chave como Rússia, China e União Europeia recusaram o convite de Irã. A UE afirmou que cabe aos inspetores da Agência de Energia Atômica das Nações Unidas verificar se o programa do Irã é inteiramente pacífico.

A oferta do Irã excluiu os EUA, um de seus maiores críticos internacionais, e muitos veem o esforço como uma tentativa de dividir as nações que conduzem as negociações nucleares. As próximas discussões este mês ocorrerão em nível técnico entre representantes do Irã, da União Europeia, do grupo denominado 5+1 (Estados Unidos, Rússia, França, Grã-Bretanha e China, além da Alemanha) e também da Turquia, em Istambul, segunda a agência iraniana oficial de notícias Irna.

Embaixadores na agência de energia atômica da ONU do Egito, Cuba, Síria, Argélia, Venezuela, Omã e da Liga Árabe chegaram em Teerã neste sábado e visitaram o reator de água pesada não concluído perto de Arak, no centro do Irã, informou a tevê estatal. Mais tarde, o grupo visitará a unidade de enriquecimento de urânio perto de Natanz. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãnuclearurânio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.