Seul acusa Coreia do Norte de disparar 3 mísseis

A Coreia do Norte disparou três mísseis guiados de curto alcance em suas águas orientais neste sábado, 18, disse uma autoridade sul-coreana. O país testa rotineiramente mísseis desse tipo, mas os últimos lançamentos vieram durante um período de diplomacia provisória destinada a aliviar as tensões entre os dois países.

AE-AP, Agência Estado

18 de maio de 2013 | 09h53

Pyongyang disparou dois mísseis na manhã deste sábado e outro à tarde (pelo horário local), disse o porta-voz do Ministério da Defesa da Coreia do Sul, Kim Min-seok. Segundo ele, a intenção do país vizinho não era clara.

O ministério observa a Coreia do Norte com cuidado para o caso de a conduta ser uma provocação contra a Coreia do Sul. A Coreia do Norte retirou recentemente dois mísseis "Musudan" de médio alcance que se acredita ser capaz de atingir a cidade de Guam, depois de movê-los para a sua costa leste no início deste ano, disseram autoridades dos Estados Unidos.

A Coreia do Norte está proibida de testar mísseis balísticos em resoluções do Conselho de Segurança da Organizações das Nações Unidas (ONU). No início deste ano, a Coreia do Norte ameaçou ataques nucleares em Seul e Washington por causa de exercícios militares anuais entre os EUA e a Coreia do Sul e em função das sanções da ONU impostas sobre o seu terceiro teste nuclear em fevereiro.

No mês passado, os EUA e a Coreia do Sul terminaram mais uma rodada de exercícios navais envolvendo um porta-aviões de propulsão nuclear, na costa leste. A Coreia do Norte chama esses exercícios de preparação para invadir o norte. Em março, a Coreia do Norte lançou o que pareciam ser dois mísseis KN-02 em sua costa leste. Especialistas acreditam que o país está tentando melhorar o alcance e a precisão de seu arsenal.

Tudo o que sabemos sobre:
Coreia do Nortemísseis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.