Seul cancela exercício militar perto de ilha atacada

Os militares sul-coreanos cancelaram um exercício de artilharia marcado para amanhã nas proximidades da ilha atacada na semana passada pela Coreia do Norte. O ataque das forças de Pyongyang deixou dois civis e dois militares sul-coreanos mortos. O comando militar sul-coreano informou hoje que os planos para realizar os exercícios com disparos de artilharia em águas a sudoeste de ilha Yeonpyeong foram suspensos. Os militares não deram motivo para o cancelamento.

AE, Agência Estado

29 de novembro de 2010 | 11h07

Manobras similares de tropas sul-coreanas na semana passada levaram ao ataque da Coreia do Norte. Pyongyang afirma que alguns disparos sul-coreanos ultrapassaram a fronteira, o que teria motivado o ataque norte-coreano à ilha. No entanto, Seul nega que qualquer disparo tenha atingido as águas territoriais do vizinho. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.