Seul culpa Coreia do Norte por ataque cibernético

Investigadores da Coreia do Sul culparam a Coreia do Norte nesta terça-feira por um ataque cibernético no mês passado contra dezenas de sites da mídia sul-coreana e do governo, incluindo os da presidência e do primeiro-ministro.

AE, Agência Estado

16 de julho de 2013 | 10h49

Grande parte das evidências que ligam Pyongyang aos ataques em 25 de junho - data que marcou o 63º aniversário do início da Guerra da Coreia - referem-se a um endereço IP norte-coreano encontrado em alguns dos sites e códigos, afirmou o ministério da Ciência da Coreia do Sul.

Segundo os investigadores, a conclusão de que a Coreia do Norte foi responsável pelos ataques ocorreu depois de uma análise de endereços de Internet, registros de acesso e 82 códigos encontrados nos servidores, computadores e sites atacados.

O ataque do mês passado foi o mais recente de uma série de incidentes semelhantes pelos quais a Coreia do Sul culpou a Coreia o Norte desde 2009, incluindo um ataque a emissoras sul-coreanas e bancos em março.

Pyongyang negou acusações anteriores e culpou os Estados Unidos e a Coreia do Sul por um ataque cibernético, que também ocorreu em março, que desativou websites por dois dias.

A equipe sul-coreana de investigadores liderada pelo governo disse que os ataques online de junho, que atingiram 69 sites de empresas privadas e do governo e servidores, foram planejadas há pelo menos seis meses. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
coreiasataque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.