Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Seul e Washington prorrogam conversações comerciais

Coréia do Sul e Estados Unidos decidiram neste sábado prorrogar até segunda-feira o prazo das negociações sobre o seu Tratado de Livre-Comércio (TLC), tentando reduzir as divergências nos temas mais importantes.Em entrevista coletiva, o negociador sul-coreano, Kim Jong-hoon, disse que as negociações deverão terminar à 1h de segunda-feira (13h de domingo, em Brasília). Assim, a delegação americana poderá apresentar o acordo ao Congresso dos EUA em 2 de abril, para ser debatido num prazo de 90 dias.Kim disse que os dois países compartilharam a necessidade de estender o prazo para resolver os temas pendentes. Um alto funcionário do Governo de Seul, citado pela agência sul-coreana "Yonhap", afirmou que a decisão de prorrogar as negociações demonstra a vontade dos dois países de assinar oTratado.O tema mais polêmico é o da carne bovina americana. Os EUA exigem a retomada total das importações por parte de Coréia do Sul, seu terceiro maior comprador no setor.No ano passado, a Coréia do Sul permitiu uma parte das importações, suspensas em dezembro de 2003 depois do anúncio do primeiro caso do mal da vaca louca nos EUA. Mas só está liberada a carne sem ossos. Seul ainda não permite a entrada de bovino americano com fragmentos de ossos.Outra questão-chave é a indústria automobilística. A Coréia do Sul exige uma suspensão de três anos das tarifas de importação de veículos, atualmente em 2,5%. Mas os EUA não estão dispostos a renunciar, a menos que o sistema de tarifas sul-coreano seja revisto.Nesta quinta-feira, o presidente da Coréia do Sul, Roh Moo-hyun, e o dos EUA, George W. Bush, conversaram por telefone. Os dois se comprometeram a adotar "maior flexibilidade" nas negociações. O processo das negociações começou em junho de 2006, em Washington, com a previsão de assinar o TLC em março de 2007, para a sua entrada em vigor a partir de 2008.Após oito rodadas de negociações oficiais, na segunda-feira passada começou em Seul uma reunião de alto nível, com o ministro de Comércio sul-coreano, Kim Hyun-chong, e a vice-representante de Comércio dos EUA, Karan Bhatia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.