Seul propõe a Pyongyang reinício do turismo além da fronteira

O turismo no monte Kumgang está paralisado desde que em julho de 2008 uma turista sul-coreana morreu baleada por um soldado norte-coreano

EFE

25 de janeiro de 2010 | 01h44

Seul propôs nesta segunda-feira a Pyongyang manter contatos bilaterais para abordar o reinício do turismo no monte Kumgang e na cidade de Kaesong, ambos em território norte-coreano, informou a agência sul-coreana "Yonhap".

 

Segundo o Ministério da Unificação sul-coreano, Seul propôs manter esta reunião de trabalho no dia 8 de fevereiro na cidade fronteiriça de Kaesong, em resposta à proposta norte-coreana anterior para realizar este encontro no final deste mês em Kumgang.

 

O turismo no monte Kumgang está paralisado desde que em julho de 2008 uma turista sul-coreana morreu baleada por um soldado norte-coreano.

 

Além disso, o turismo na cidade norte-coreana de Kaesong foi bloqueado em novembro de 2008 pela deterioração das relações entre ambos os países desde que o conservador Lee Myung-bak assumiu a presidência sul-coreana em fevereiro daquele ano.

 

A Coreia do Sul proporá à Coreia do Norte manter uma reunião em nível militar a partir do dia 1º de fevereiro para abordar a agilização de comunicação e transporte no complexo industrial conjunto de Kaesong.

 

O Ministério da Defesa sul-coreano disse hoje que enviará um comunicado a Pyongyang para propor que estes encontros de trabalho militares sejam realizados assim que terminem as conversas técnicas para melhorar o uso do complexo industrial de Kaesong, previstas para 1º de fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.