AFP PHOTO
AFP PHOTO

Seul quer declaração de desnuclearização da Coreia do Norte em reunião com Kim Jong-un

O anúncio formal do congelamento do desenvolvimento nuclear no governo de Pyongyang é um dos três pontos principais que presidente sul-coreano Moon Jae-in busca na reunião histórica deste mês

O Estado de S.Paulo

03 Abril 2018 | 02h03

SEUL – A Coreia do Sul quer que a esperada reunião entre o presidente Moon Jae-in e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, resulte em uma declaração formal sobre desnuclearização da Coreia do Norte, disse nesta terça-feira, 3, uma fonte anônima do governo sul-coreano à agência de notícias "Yonhap".

O funcionário indicou que é "natural" buscar uma declaração deste tipo porque a desnuclearização é um dos três pontos principais da agenda para a histórica cúpula agendada para 27 de abril, junto com o estabelecimento da paz - ambas as Coreias continuam tecnicamente em guerra - na península e a melhoria dos laços intercoreanos.

+ Após encontro secreto entre Kim e Xi, Trump se diz otimista sobre 'desnuclearização'

+ Coreia do Sul e Estados Unidos iniciam suas manobras conjuntas

+ Encontro de Xi e Kim é novo desafio para os EUA

Apesar disso, Seul e Pyongyang ainda não detalharam publicamente os conteúdos da agenda da reunião, a primeira entre líderes das duas Coreias nos últimos 11 anos.

Delegados de ambos os países realizam na quarta-feira, 4, na fronteira militarizada, onde também vai acontecer a cúpula, uma nova reunião de trabalho para concretizar detalhes sobre a mesma, quando poderiam começar a informar aspectos da agenda. //EFE

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.