Seul reafirma críticas após confirmação de radioatividade

A Coréia do Sul reafirmou neste sábado a sua posição de censura ao regime norte-coreano e de alerta militar, depois de os Estados Unidos revelarem que sinais de radiação detectados no ar parecem confirmar o teste nuclear da Coréia do Norte."Não haverá nada que mude a maneira de o Governo enfrentar a situação, apesar da confirmação da presença de radioatividade", disse o porta-voz da Presidência da Coréia do Sul, Yoon Tae-young, em declarações à agência sul-coreana "Yonhap".Segundo Yoon, o Governo "já tinha traçado as medidas a serem adotadas sob a premissa aceita anteriormente de que o anúncio da Coréia do Norte correspondia à realidade".Na segunda-feira, a Coréia do Norte anunciou que tinha realizado seu primeiro teste nuclear. As dúvidas sobre a autenticidade da explosão pareceram terminar na sexta-feira, quando os EUA reconheceram ter encontrado "evidências" de radioatividade, sugerindo a realização de um teste atômico na Coréia do Norte."Fomos informados pelas autoridades americanas desta descoberta", disse à "Yonhap" um representante do serviço de inteligência sul-coreano, que não quis ser identificado.Segundo a fonte, "os EUA não deram detalhes sobre o tipo de radioatividade, a quantidade nem o método utilizado na detecção".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.