Seul revê plano de defesa contra a Coreia do Norte

O presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, convocou há uma semana uma reunião para rever o plano de defesa contra a Coreia do Norte, prometendo uma "atitude clara e resoluta" contra os responsáveis pelo afundamento de um navio militar sul-coreano em março. O encontro ocorreu quando o líder norte-coreano, Kim Jong-il, estava na China, numa viagem vista como uma tentativa de obter ajuda econômica e, ao mesmo tempo, reagir aos esforços da Coreia de Sul para pôr a culpa em Pyongyang pelo atrito naval.

THE NEW YORK TIMES, O Estado de S.Paulo

09 Maio 2010 | 00h00

O governo sul-coreano não acusou a Coreia do Norte, mas não escondeu a suspeita de que Pyongyang tenha torpedeado o navio. "O que ficou claro até agora é que o afundamento não foi um acidente", disse Myung-bak.

Derrame.Para especialistas sul-coreanos, Kim pareceu revelar na China sinais do derrame que teria sofrido em 2008, pois mancava e mantinha o braço esquerdo pendurado boa parte do tempo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.