Sexo entre adolescentes diminui nos EUA, diz pesquisa

Há menos adolescentes americanos praticando sexo atualmente do que no passado, e os que fazem sexo têm uma tendência maior a utilizar anticoncepcionais, informa o governo. O Centro Nacional de Estatísticas de Saúde informa que, para meninas de 15 a 17 anos, a porcentagem que já teve relações sexuais caiu de 38%, em 1995, para 30%, em 2002. Entre os meninos, o declínio foi de 43% para 31%."Há muitas boas notícias nesses resultados", diz o Secretário de Saúde e Serviços Humanos, Tommy G. Thompson, em nota. "Mais adolescentes evitam ou adiam a atividade sexual, que pode levar a doenças sexualmente transmissíveis, gravidez indesejada ou responsabilidades emocionais e sociais para as quais não estão preparados".Além disso, a agência informa que, dos adolescentes que fazem sexo, 79% disseram usar anticoncepcionais, de acordo com levantamento feito entre 1991-2002, contra 61% nos anos 80.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.