Shafiq se compara a Lula em anúncio

O candidato presidencial egípcio Ahmed Shafiq - ex-premiê do deposto ditador Hosni Mubarak - comparou-se ao ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva em um novo comercial de campanha. O Egito realiza no sábado e domingo o segundo turno da eleição presidencial, que Shafiq disputará com Mohamed Morsi, da Irmandade Muçulmana. O ex-premiê é o preferido do atual conselho militar, que governa o país desde a deposição de Mubarak, em fevereiro de 2011.

CAIRO, O Estado de S.Paulo

12 de junho de 2012 | 03h03

No comercial, são usadas várias imagens congeladas de Lula, além de fotos do Cristo Redentor, enquanto um locutor lê um texto que enaltece o ex-presidente brasileiro. "Mohamed Amim, o talentoso escritor, escreveu que o presidente (Lula) da Silva transformou o Brasil de forma significativa, ganhando o respeito do mundo inteiro e conduzindo a economia a níveis impressionantes", afirma o texto da campanha.

No comercial, a origem humilde e a trajetória de Lula são lembrados como um exemplo de que a origem de um candidato não deve ser um empecilho para que ele chegue à presidência. No entanto, o argumento é citado para lembrar o passado militar de Shafiq. Ele exerceu vários cargos no Exército até se tornar o ministro da Aviação Civil de Mubarak, de 2002 a 2011.

O locutor afirma ainda que "apesar de Da Silva ser um simples trabalhador que engraxava sapatos, seu povo acreditou nele e deu-lhe confiança, pois sua competência era conhecida. Eles não o chamaram de traidor ou o insultaram. Eles não falaram de seu nível educacional ou seu passado". O narrador também afirma que o Egito apenas quer "um cidadão sincero". / AP e REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.