Sharon ameaça isolar os territórios palestinos

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, disse que se os palestinos não agirem, nos próximos meses, em direção a um acordo de paz, Israel dará início a um processo de isolamento em relação à população palestina. Sharon iniciou um discurso muito aguardado numa conferência sobre segurança num subúrbio de Tel-Aviv. ?Estamos interessados em conduzir negociações diretas, mas não pretendemos fazer da sociedade israelense refém nas mãos dos palestinos... não vamos esperar para sempre?, disse.Se não houver progressos rumo à paz, disse Sharon, ?então Israel iniciará a medida unilateral de segurança de se isolar dos palestinos?.O isolamento dos palestinos se valeria da polêmica cerca de segurança como parte de uma fronteira improvisada. O movimento envolveria, ainda, o transplante de alguns assentamentos judaicos para dar a Israel mais segurança na fronteira. ?Esta redução do atrito requererá o passo extremamente difícil de mudar a disposição de alguns dos assentamentos?, disse, sem especificar quais seriam afetados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.