Sharon anuncia fim dos assentamentos em Gaza

O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, disse ao partido Likud, do qual é líder, que pretende desmantelar todas as 17 colônias de judeus existentes no território palestinos da Faixa de Gaza. Sharon falou ao Likud horas depois de ser citado pelo jornal Haaretz como tendo dito que havia ?dado ordem para o planejamento da evacuação? das colônias de Gaza, que abrigam cerca de 7.500 israelenses. Sharon havia dito que tomaria medidas unilaterais, como a remoção de assentamentos e a imposição de fronteiras aos palestinos, se não houvesse avanço no processo de paz até o final do semestre. Segundo o parlamentar Yechiel Hazan, na reunião do partido ?o primeiro-ministro confirmou que o que fopi publicado (no Haaretz) é verdade?. ?Ele disse que é possível que não venha a haver mais judeus na Faixa de Gaza?.O líder palestino Yasser Arafat reagiu com ceticismo ao plano do premier. ?Dezessete? Para quê? Para que possa substituí-los por 170??, disse. Said Siyam, líder do grupo armado Hamas, afirmou que ?tal remoção, se ocorrer, será resultado da resistência?, referindo-se aos ataques do Hamas contra israelenses.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.